No verão procuramos roupas fresquinhas e com comprimentos menores. Já no inverno os looks mudam de contexto - só não muito aqui onde eu m...

1 Comments
No verão procuramos roupas fresquinhas e com comprimentos menores. Já no inverno os looks mudam de contexto - só não muito aqui onde eu moro, aqui a diferença é minima rsrs, mas, pelo menos a temperatura fica amena e tem chuvinha gostosa, dá pra arriscar com roupas que deixam a pele mais coberta -  Enfim, na estação do frio procuramos roupas mais quentinhas e com comprimentos maiores - na grande maioria das vezes - E se tem uma coisa que eu sou apaixonada são saias, elas deixam a mulher tão feminina e elegante. E é sobre essa majestade que iremos falar no nosso primeiro post de inverno. Vamos abordar os quatro tipos de saia em que poderemos apostar, usar e abusar nesse inverno.

Saia no comprimento médio (que fica um pouco abaixo dos joelhos), é uma velha conhecida do mundo da moda, surgiu na década de 20, estourou nos anos 40 e 50 e que agora volta nesse inverno. Depois das saias longas no verão, agora o comprimento diminui. A saia midi é linda e sofisticada, é sempre de cintura alta. Uma boa dica é usar com sapatos cor da pele (cor da sua pele) ou sapatos abertos no peito do pé (para dar um afeito alongado), invista em t-shirts, se você tiver o quadril mais largo opte por usar com blusinhas de manga e se tiver frio uma boa dica é usar uma meia calça da cor do sapato.

A saia lápis é o estilo mais básico de todas, do tipo "tem que ter no armário". Elas surgiram entre as décadas de 1940 e 50 e se tornaram um clássico desde então. Elas são simples, discretas e muito sensuais. Associadas às mulheres poderosas, sua fama vem do cinema francês daquela época, onde suas protagonistas eram adeptas ao modelo. Essas saias são  cintura alta (as vezes média), o que disfarça a barriguinha e deixa cm a silhueta modelada. A saia lápis possui vários comprimentos. Ela pode estar acima do joelho, em cima do joelho ou abaixo. O comprimento abaixo do joelho é indicado para as mais altas, que querem disfarçar um pouco as pernas. O tamanho ideal mesmo para quem quer parecer longilínea é o modelo acima do joelho. Para quem está acima do peso ou tem quadril mais largo, procure a saia que tenha um tecido mais molinho – malha ou algum com elastano.

Conhecido popularmente como ”curto na frente e longo atrás”, Super fofa e feminina, ela ainda pode ser uma ótima opção para as mais baixinhas. As peças desse comprimento são geralmente feitas com tecidos fluidos para dar um ar de movimento e leveza ao look. A saia mullet pode ser usada com qualquer modelo de sapato, por isso,não seja tímida! Use com bota, sandália com meia, peep toe, ankle. A saia mullet combina super bem com acessórios como cinto, bolsa clutch, chapéu, touquinha, manta, lenços, óculos e maxi colares.

O peplum nada mais é do que o volume criado nas roupas na região da cintura ou do quadril.  A moda, que foi sucesso nos anos 80, está de volta com tudo e já faz sucesso entre as famosas, o peplum tem sido visto constantemente em tapetes vermelhos, eventos e premiações. Suas formas podem variar desde uma mini saia por cima de outra mais longa, até um babado ou balonê na região da cintura.  O único problema é que é preciso ter muito cuidado na hora de apostar no detalhe, pois o volume na região da cintura pode passar a impressão de um quadril mais largo, deixando de valorizar a silhueta feminina.


Também poderá gostar de:

Um comentário:

  1. Nossa eu morro de medo de usar aquela mullet, será que não vai me deixar gorda? Helppp

    ResponderExcluir

- Os comentários deste site são moderados;
- Não serão aceitos comentários ofensivos, racistas ou contendo spam;
- Todos os comentários serão respondidos o mais breve possível
- Obrigado por comentar